O Missionário Desbravador

euriconelson_2O Missionário Desbravador. O iniciador do trabalho Batista na Amazônia.

 
Eurico Alfredo Nelson, cognominado pelos batistas de O Apóstolo da Amazônia foi quem iniciou o trabalho batista nesta vasta região   denominada Amazônia.
Eurico Nelson como é mais conhecido, nasceu na Suécia, em 17 de Dezembro de 1862.
Sua família por ser batista mudou-se para os Estados Unidos para escapar da intolerância Anglicana.

A família Nelson se estabeleceu no estado de Kansas nos Estados Unidos. Neste Estado esta família se dedicou ao trabalho de campo,  especialmente trabalhando com gado, e o menino Alfredo integrava-se perfeitamente a este tipo de vida.

Eurico Nelson se converteu aos 14 anos e foi logo batizado. Como desde pequeno trabalhava, só freqüentava as aulas da denominada escola primária quando era possível, isto é, quando o trabalho permitia, por isso não completou o curso primário. Entretanto, essa deficiência era compensada pela leitura, pois o menino Eurico Alfredo era um leitor de todo material impresso que encontrava.  Não somente lia, mas, também os guardava.

Aos vinte e dois anos Eurico Alfredo Nelson resolveu deixar a casa paterna. Alfredo Nelson queria conhecer o mundo. Mas, por onde começar? O estado do Texas o atraía e para dá se dirigiu. No Texas trabalhou nas mais variadas ocupações, porém, a que mais lhe atraia era a de cowboy (vaqueiro). Eurico Nelson tinha um espírito desbravador e ao mesmo tempo aventureiro. Tendo lido que no Amazonas (Brasil) as terras eram imensas e ótimas para criação de gado pensou em vir para o Brasil. Enquanto viveu no Texas se desviou completamente da Igreja,levando uma vida mundana.

Em 1889 atendendo a um convite de seu pai, voltou para casa. Agora de volta a casa paterna começou ajudar o pai. Nesse espaço de tempo houve uma semana de trabalho de avivamento na igreja local e Alfredo voltou para Cristo. Não somente se reconciliou com Deus e sua Igreja, mas começou a pregar especialmente as comunidades de origem sueca.

Como foi a chamada de Eurico Nelson? Certo dia lendo um jornal em língua  sueca, publicação em Chicago, encontrou uma carta do Missionário Bagby que falava sobre o Brasil e das necessidades espirituais. Sentiu que Deus o estava chamando para vir para o Brasil. Resolveu então vir pela fé sem nenhuma promessa de sustento e, veio.

Eurico Alfredo Nelson chega ao Brasil no dia 19 de Novembro de 1891. Tendo desembarcado em Belém de um navio denominado Esperança, no qual viajara. Não tinha trabalho ou sustento, iniciou suas atividades missionárias vendendo Bíblias em navios estrangeiros às pessoas que falavam inglês. Não somente vendia Bíblias mais pregava em inglês nos navios.

Eurico Nelson quando chegou a Belém era solteiro, mas havia deixado sua noiva nos Estados Unidos. Ida Lindberg, também de origem sueca. Como vivia sozinho escreveu a Ida para vir para Belém. Ela atendeu o convite, chegando aqui no dia 7 de Janeiro de 1893 e nesse mesmo dia se casaram, sendo que o cônsul Americano foi quem fez o cerimonial do casamento tendo como testemunhas cônsules de outros países residentes em Belém.

Eurico Nelson sendo pregador leigo foi consagrado ao ministério. Sua ordenação se deu no Recife, em 2 março desse mesmo ano.  A Junta de Richmond se comprometeu a enviar-lhe um auxílio mensal e depois o nomeou como missionário.

Após cinco anos de trabalho organizou a primeira Igreja Batista na Amazônia, hoje PIB do Pará. Viajava de barco e canoa por toda esta vasta região, a fim de pregar o evangelho.

Eurico Alfredo Nelson organizou várias igrejas no Pará, no Amazonas,  Maranhão e Piauí. Conhecia esta região mais do que seus próprios nativos; amava esta terra e a ela se dedicou.

Ficou algum tempo no pastorado da Primeira Igreja que fundara, mas seu sonho era navegar pelos rios e pregar em todo lugar em que encontrasse alguém. Assim, em 5 de outubro  de 1900, funda a Primeira Igreja Batista de Manaus. Funda outras igrejas. Conseguindo um barco, suas viagens se tornam mais fáceis, porque está livre para planejá-las como bem convier. Chega até Iquitos, no Peru, subindo o grande rio. Não havia rio na Amazônia que não conhecesse, bem como os lagos e interior. Seu incessante e frutífero trabalho granjeou-lhe a designação de “Apóstolo da Amazônia”. Estendeu suas atividades missionárias e pioneiras até aos estados do Maranhão, Piauí e Ceará. Fundou a Primeira Igreja de São Luís, em 23 de maio de 1908, e a Primeira de Fortaleza, em 14 de novembro de 1908. Escrevendo sobre ele, o Missionário W. C. Taylor disse: “os rios eram suas estradas, suplementados pelos lagos e por inúmeros canais.” E mais adiante: “Em nenhuma outra cidade, exceptuando Vitória, o evangelho atingiu tão profunda e largamente as altas camadas sociais.” Quando ele faleceu, em 17 de maio de 1939, aos 76 anos, dos quais quarenta e oito dedicados ao Brasil, o Presidente da Junta de Richmond declarou: “nenhum outro missionário de nossa Junta foi tão abnegado no serviço sacrifical.”

Agora resta-nos reafirmar nossa gratidão por tudo o que ele fez e o que continua a significar nesta Região.

Mais informações 

veja mais

 

Views All Time
Views All Time
4406
Views Today
Views Today
5

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *